Ads 468x60px

1 de mai de 2011

Os protestos mais inusitados do mundo!

Na última terça-feira (26) o poeta alpinista francês Hervé Couasnon chamoi atenção ao escalar o prédio da prefeitura de Limoges, na França, para protestar e falar de sua intenção de concorrer à presidência da França em 2012. Veja esse e outros protestos inusitados.


Chineses destruíram em março de 2011 um Lamborghini Gallardo L140, carro esportivo de luxo, para marcar o Dia Mundial dos direitos do consumidor em Qingdao, na província chinesa de Shandong. O dono do carro convocou pessoas para destruir o veículo depois que ele parou de funcionar após passar por reparos em uma oficina da marca. (Foto: AFP)


Em dezembro de 2010, estudantes da Universidade das Filipinas saíram a nus pelo campus da instituição em Manila, capital do país, para protestar contra o corte de verbas para a universidade. (Foto: Romeo Ranoco/Reuters)


Em agosto de 2010, strippers de um clube de Warsaw, no estado de Ohio (EUA), protestaram aos domingos em frente a uma igreja local, porque os membros da congregação costumam fazer o mesmo em frente ao clube onde trabalham. (Foto: Jay LaPrete/AP)


Em novembro de 2010, o japonês Eijiro Miyamae usou uma forma incomum para protestar em Yokohoma, no Japão, contra o bloco de Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (Apec). Além de chapéu e traje chamativos, ele usou um par de 'brincos' com peixes vivos. (Foto: Kim Kyung-hoon/Reuters)


O grupo 'Voina' realizou em fevereiro de 2011 um protesto bem-humorado contra a polícia Os membros do grupo atacaram policiais com beijos no metrô de Moscou, na Rússia. (Foto: Reprodução)


Em novembro de 2010, um grupo alemão protestou nu contra o aumento do custo dos aluguéis em Berlim. (Foto: Odd Andersen/AFP)


Bombeiros tiveram que usar grua para convencer Hervé Couasnon a descer. (Foto: Antoine Parat/AFP


Vi no: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem! é rápido, fácil e prático!
[POR FAVOR, EVITEM publicar anúncios de sites ou blogs, qualquer anúncio será removido.]