Ads 468x60px

29 de jul de 2011

7 coisas Incomuns que já foram Roubadas

Pra você aquelas coisas muito especiais, específicas, grandes ou estranhas demais que foram roubadas ao longo da história. Esses ladrões da lista tiveram que ter muita força de vontade e foco no objetivo para levar os ítens abaixo. Imagina se eles tivessem usado essa energia para outros fins?




1 – Poste de luz cenográfico
O poste de luz em que Gene Kelly girou na sua famosa cena em Cantando na Chuva foi salvo do lixo por Brian Goetzinger. O moço fazia parte da equipe de trabalhadores que limparam os cofres dos estúdios MGM quando eles cederam seu terreno para a Lorimar Telepictures na Califórnia, nos EUA, em 1986. Mas isso não foi roubo! Acontece que Brian reconheceu o poste mais famoso da sétima arte e resolveu instalá-lo no jardim da frente de sua casa. Quatro anos depois, em 1990, o poste foi roubado de verdade em uma madrugada escura e nunca mais foi recuperado.


2 – Cabana
Uma cabana pré-fabricada de 3×6 metros foi roubada de uma fazenda de 16 hectares na Califórnia, EUA, em 2003. Ela era utilizada como casa de férias por um casal. Além da cabana inteira, que deve ter demorado de um a dois dias para ser desmontada, foram roubados um gerador de eletricidade, um barraco, uma cama antiga que era herança de família, uma bomba de poço, um tanque de água de 9 mil litros e tudo que havia dentro da casa, incluindo pasta de dentes e travesseiros! Não encontraram os culpados, nem a cabana, nem nada. Poucos dias depois, o casal que teve sua vida inteira roubada recebeu uma nova casa de presente de uma empresa de edificações pré-fabricadas.

3 – Meia cabeça humana
Em maio de 1992, Jason Paluck, um estudante de medicina da Adelphi University, em Long Island, nos EUA, foi preso quando estava sendo despejado de seu apartamento. O locatário descobriu meia cabeça humana (!) em um saco plástico enquanto revisava o imóvel e chamou a polícia. O ladrão admitiu que roubou a meia cabeça de um dos laboratórios de sua faculdade. Por que uma cabeça? Por que meia cabeça? Quem levou a outra metade? O que ele faria com ela? Ninguém sabe.


4 – Carteira de George Washington
George Washington foi o primeiro presidente constitucional dos Estados Unidos e governou entre 1789 e 1797. Dois anos depois de deixar o poder, ele morreu. Nem todo o respeito que a população americana tinha por ele impediu que sua carteira fosse roubada. A surrada carteira de couro marrom foi surrupiada de um estojo destrancado no Old Barracks Museum, em Trenton nos EUA, em fevereiro de 1992. Dentro dela havia uma nota de dois terços de dólar datada de 1776 e uma nota de um dólar de 1779. Mais tarde, a carteira foi devolvida à polícia anonimamente, com as notas dentro.


5 – Máquina de camisinhas
Em novembro de 1994, Keith Bradford bebeu três cervejas em um pub em Michigan, EUA, e se achou no direito de levar a máquina de venda de camisinhas do estabelecimento com ele. Planejava uma noitada, talvez? Bradford arrancou a máquina do banheiro masculino da parede e simplesmente saiu do bar com ela debaixo do braço. É claro que todo mundo viu e chamou a polícia – eles seguiram o maluco até sua casa e recuperaram a máquina, 48 camisinhas e 30 dólares.

6 – Queixo sagrado
Sim, o queixo de Santo Antônio foi roubado! Sua mandíbula e diversos dentes estavam guardados na Basílica de Santo Antônio, em Pádua na Itália. Em outubro de 1991, três homens mascarados, um deles com uma arma, entraram na basílica levaram a relíquia, assim como uma taça de ouro e algumas pedras preciosas que também estavam em exposição. O ouro sumiu, mas o queixo sagrado foi encontrado perto do Aeroporto Internacional de Roma pouco tempo depois.


7 – Troféu da Copa do Mundo
Acho que essa história você já conhece: a Taça Jules Rimet foi um troféu feito com 3,8 kg de ouro puro, concebido para ser entregue definitivamente ao primeiro país que conseguisse vencer três Copas do Mundo. Ela foi roubada duas vezes. A primeira, em 1966, enquanto ainda estava sendo guardada para o tricampeão da Copa. O ladrão do troféu foi encontrado, mas ele nunca confessou ou disse onde havia guardado a taça. Foi um cachorro chamado Pickles, que passeava com seu dono pela região sul de Londres, que farejou e encontrou a Taça, enrolada em folhas de jornal debaixo de um arbusto.
Mais tarde, em 1970, o Brasil trouxe a taça para casa ao conquistar o tricampeonato mundial. Mas o troféu não estava a salvo. Em 1983, três brasileiros e um argentino roubaram a Jules Rimet da sede da Confederação Brasileira de Futebol, no Rio de Janeiro. O troféu foi derretido e nunca mais erguido por nenhuma seleção de futebol.


To copiando la do Superlistas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem! é rápido, fácil e prático!
[POR FAVOR, EVITEM publicar anúncios de sites ou blogs, qualquer anúncio será removido.]